InícioOpiniãoCaraterização do Setor Energético de Cabo Verde - Por Rubem Pereira 

Caraterização do Setor Energético de Cabo Verde – Por Rubem Pereira 

O bom desempenho deste setor é considerado um dos elementos chave para o desenvolvimento económico e social de Cabo Verde, pois será uma mais-valia, pela contribuição nomeadamente na criação de postos de trabalho, na inovação propriamente do setor energético, no desenvolvimento do setor privado e na redução do défice externo.

Em Cabo Verde, a empresa pública Electra, é a principal empresa a operar no setor elétrico, sendo responsável pelo abastecimento de energia elétrica para todas as ilhas, com exceção à ilha de Boa Vista, onde a empresa Águas e Energia de Boavista (AEB) é subconcessionária do serviço público.

O Ministério de Turismo, Indústria e Energia tutela o setor energético em Cabo Verde, sendo da responsabilidade da Direção Geral de Energia (DGE) a definição, conceção, execução e avaliação das políticas e diretivas do Governo no que diz respeito ao setor de energia.

Os preços do mercado energético são praticamente dependentes da evolução do preço dos combustíveis fósseis e são regulados pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME).

A existência de clientes que não pagam a energia que consomem, obriga a refletir nos que pagam os custos associados às perdas, isto é, o consumo dos que não pagam. Esta situação potencia o aumento das tarifas de energia.

Adicionalmente, o aumento dos custos originado pelos elevados preços dos combustíveis fósseis e a subsequente redução das receitas por via das perdas limitam a capacidade da Electra para investimentos necessários nas redes e capacidade de geração, originando muitas vezes blackouts e aumentando ainda mais os custos de operação. Pode-se dizer que o aumento das perdas está fortemente relacionado com o aumento das tarifas.

Esta dinâmica negativa, resultante da elevada dependência em relação aos combustíveis fósseis, é a principal razão para os problemas de qualidade e competitividade sentidos no sector elétrico de Cabo Verde. A elevada exposição às variações nos preços do combustível torna insustentável a operação e gestão do sistema. Esta dinâmica tenderá a agravar-se ainda mais num cenário de forte flutuabilidade e incremento dos valores dos combustíveis, tornando instável a situação da Electra e do sector elétrico de Cabo Verde.

Artigo de Opinião do Economista Rubem Pereira

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

sixteen + 16 =

NOTÍCIAS RECENTES

Publicidade

spot_img

MAIS LIDAS