30
Sab, Mai

A eficiência do material das máscaras segundo este estudo

Saber Mais
Tipografia

Dos tipos selecionados, a cirúrgica é a mais eficiente na filtragem. Algodão puro, o algodão com poliéster e o linho têm o melhor desempenho entre os artesanais

Governos em Cabo Verde e no mundo têm incentivado o uso de máscaras em locais públicos como medida para evitar a propagação do coronavírus.

O Ministério da Saúde frisa que o uso de máscaras deve ser visto como uma medida complementar durante a pandemia. Além do isolamento social, por exemplo.

Um estudo de 2013, feito durante a pandemia de Influenza A, mediu a disseminação de gotículas comparando máscaras diferentes quando as pessoas tossem. Os gráficos a seguir foram feitos a partir desse estudo.

Comparação entre máscaras na contenção de gotículas ao tossir

A utilidade das máscaras

As máscaras servem para isolar o sistema respiratório do usuário do ambiente externo. Isso ajuda a combater doenças infecciosas de duas maneiras:

Eficácia das máscaras

O estudo foi feito utilizando o vírus “Bacteriophage MS2” suspenso em líquido que por sua vez foi aerossolizado e filtrado pelas máscaras.

O índice de filtragem foi obtido comparando a concentração do vírus antes e depois de o ar passar pelos tecidos. Esse teste não considera diferenças na eficiência da filtragem entre inalação e exalação.

Eficiência e respirabilidade da máscara segundo o material

 

Observação: O estudo foi feito no Reino Unido e não especificida os tecidos de pano de prato, fronha e cachecol.

Fontes: "Testing the Efficacy of Homemade Masks: Would They Protect in an Influenza Pandemic?", Davies et al., 2013.