22
Sab, Fev

Morcegos: a caixa de Pandora que você não deseja abrir

Saber Mais
Tipografia

À medida que o novo surto de coronavírus se espalha pela China e pelo mundo, um animal, frequentemente relacionado a vampiros, trevas e feiúra, aparece nas redes sociais como o possível responsável pelo vírus.

Esse animal são os morcegos.

Os morcegos são reservatórios naturais para um grande número de vírus, como Nipah, Hendra, Ebola e SARS (síndrome respiratória aguda grave). Eles carregam mais doenças mortais do que qualquer outro animal. Por que e como essas criaturas se espalham e sobrevivem a esses vírus? Aqui elencamos alguns fatos que podem ajudar a esclarecer a questão.

1. O único mamífero que pode voar

Enquanto outros podem planar, os morcegos são os únicos mamíferos capazes de voar continuamente. Durante o vôo, a frequência cardíaca de um morcego pode chegar a 1000 batimentos por minuto. Os morcegos de cauda livre mexicanos, considerados o animal mais rápido do mundo, podem voar sobre uma superfície plana a uma velocidade de até 160 quilómetros por hora. Isso lhes permite viajar uma grande distância em um curto período de tempo.

2. Pequeno, mas com vida longa

A vida útil média de um morcego varia, mas algumas espécies, como o morcego marrom, podem viver até 30 anos, outras podem viver até 40 anos. Considerando que outros mamíferos pequenos, como ratos, podem viver apenas dois anos ou mais, é impressionante. A longa vida útil permite que os morcegos voem mais e espalhem mais vírus.

3. Ama companhia

Morcegos são animais altamente sociáveis. Gostam de pousar juntos, até mesmo com outras espécies. Algumas colónias de morcegos, como a Bracken Bat Cave, no Texas, EUA, podem abrigar milhões de morcegos. Quando diferentes tipos de morcegos se agrupam em locais próximos, os vírus se espalham muito rapidamente, entre indivíduos e espécies animais.

4. Superpotência de autocura

A razão pela qual os morcegos são resistentes aos vírus que carregam está em seus genes. Os morcegos têm uma taxa de batimentos cardíacos super alta que pode atingir até 1000 batimentos por minuto durante o voo. Quando os mamíferos produzem a enorme quantidade de energia necessária para o voo, eles também produzem uma grande quantidade de resíduos que danificam o DNA. No entanto, após milhões de anos de evolução, os morcegos desenvolveram uma "superpotência" que ajuda a reparar o DNA danificado e elevar suas defesas contra vírus.

O excepcional sistema imunológico torna os vírus mais resistentes e, ao mesmo tempo, possivelmente, mais mortais para os seres humanos. Nos últimos 50 anos, os surtos de vírus em todo o mundo ocorreram em grande parte devido à invasão humana dos territórios dos morcegos em fazendas comerciais e campos de cultivo.

Um grande favor que podemos fazer ao próximo é ficar longe dos habitats naturais de morcegos e outros animais selvagens e certamente não comê-los.

 

Fonte: CGTN