22
Qui, Out

Aprendendo mais acerca do passado poderemos atuar melhor no futuro – Artigo de Opinião de José Carlos Vieira

Opinião
Tipografia

Nesta reflexão deixo alguma contribuição para o desenvolvimento de Cabo Verde. Começo por frisar que o reforço da descentralização de politicas é muito importante, porque contribui para uma melhor utilização das capacidades dos peritos (expert local), conduz a tomada de decisões e ações mais rápidas proporcionando resoluções mais adaptadas às condições locais, desperta maior interesse e entusiasmo em participar no processo de desenvolvimento, assim como aumenta a moral e a cooperação.

* Por José Carlos Vieira

Ademais que em Cabo Verde deve-se apostar mais no reforço das lideranças, do planeamento estratégico, na boa organização do seu recurso, bem como na sua coordenação para puder atingir resultados eficientes.

Faces aos emergentes desafios que temos pela frente é imperial aumentar a nossa capacidade de produção e de inovação e apostar no nosso próprio modelo de desenvolvimento. Para isso, temos que trabalhar mais, sonhar mais e projetar um Cabo Verde cada vez mais inclusivo.

Somos um povo dotado de uma cultura própria, munido de um mar com uma extensa área geográfica, com belas paisagens, muitos dias de sol, com uma história maravilhosa e com uma gente empreendedora.

Assim, sem pretenção de ser exaustivo posso elencar alguns aspetos que precisam no meu entender da nossa profunda reflexão:

 

• O desemprego jovem;

• A Ocidentalização da nossa mente;

• As desigualdades e as assimetrias regionais.

• As politicas de urbanização, do ordenamento do território e os seus efeitos para a coesão social;

• Os efeitos da ciência e da tecnologia no desenvolvimento de Cabo Verde;

• As questões do género;

• O ecossistema do financiamento da nossa economia;

• Os efeitos da migração interna e externa, da imigração no desenvolvimento do país;

• Os efeitos do sistema educativo para o desenvolvimento do país;

• Os efeitos de paternidade e maternidade responsável;

• Os efeitos da democracia representativa;

• As questões de cidadania económica, politica, ambiental, da saúde, da segurança e da justiça;

Face a uma crescente complexidade do social somos desafiados a aprender, adaptar-se e a gerir a mudança. A necessidade de ser um «consumidor crítico» e desenvolver competências comunicacionais ao tipo da democracia representativa são outros aspetos que merecem uma atenção especial.

Sou otimista que esse país tem muito de bom e de belo para oferecer ao seu povo, e por ser um país insular apresenta uma característica própria. A necessidade de uma alternativa urgente a escassez da chuva, através da dessalinização da água do mar poderá contribuir para o desenvolvimento de uma agricultura moderna e da obtenção da água para o consumo.

Convêm salientar que as dinâmicas de desenvolvimento se geram a partir da consciência nacional e universalista. Neste sentido, apraz-me ainda referir que as alternativas de desenvolvimento a partir de soluções locais contribuem de que maneira para minimizar as dificuldades que invadem a esfera da família cabo-verdiana.

Nessa matriz lógica de pensamento outra vez coloco a tónica da minha reflexão na utilização de energias alternativas que a priori podem ter um custo elevado a quanto do investimento inicial, mas que a posteriori apresentam custos mais barato para o bolso das famílias. Não importa aqui apontar responsabilidade para um ou outro ator social, a responsabilidade é de todos, embora como dizia o economista e sociólogo Vilfredo Pareto (1848 – 1923) “ a elite mais importante em termos de mudança social era elite política, ou seja homens que detinham o poder político e que lutavam de algum modo para o conquistar ou manter”.

Em contrapartida Karl Marx tinha a visão de um homem que pensou que o agente da mudança era a classe social sobretudo o proletariado.

Portanto, uma atitude inteligente é ser ambicioso, é saber integrar sensibilidades que são “conservadores e enraizantes” e outra parte que são “desenraizada e progressista” dando-lhes a oportunidade de participar no desenvolvimento do país.

 

_____________________________

* Sociólogo e Professor do Ensino Secundário

 

 

 

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS