24
Sab, Ago

Dia internacional da Juventude: Dom Arlindo espera que os jovens não percam de vista os valores cristãos

Igreja
Tipografia

Dom Arlindo, bispo de Santiago de Cabo Verde, considera que os jovens cabo-verdianos têm, hoje, mais do que nunca “grandes oportunidades de formação académica, profissional” que, entretanto, segundo o prelado, “precisamos melhorar cada vez mais, em termos de qualidade e de extensão”.

Contudo, para o cardeal Gomes Furtado, os jovens, hoje, “também têm muitos desafios pela frente que devem ser encarados e superados à luz da verdade que é Cristo. À luz da fé, da esperança e do discernimento que é procurar descobrir o que Deus quer de cada um de nós para nos pormos em sintonia com essa vontade de Deus”. 

Enquanto pastor Dom Arlindo mostra-se preocupado com os “critérios de discernimento” da juventude cabo-verdiana, “para que, com a formação académica, com as exigências profissionais, com desafios sociais, não percam de vista os valores cristãos, os valores éticos para os quais devem nortear todas as decisões e os comportamentos, toda a conduta humana que encetamos. Essa é a minha grande preocupação”, disse o bispo numa grande e exclusiva entrevista que concedeu ao jornal Terra Nova pela ocasião do décimo aniversário tomada de posse como bispo de Santiago. 

Furtado considera que pode haver uma forte parceria com o Estado. “O Estado oferece competências técnica e académica que devem ser melhorados mas a Igreja pode ajudar a aprimorar, juntamente com a família e, se possível, com outras forças sociais, esse critério ético de primar pela verdade, pela justiça, pela solidariedade humana, pelas virtudes humanas que devem caldear as relações entre as pessoas em todas as esferas e aprendam também com esses valores a viver a família como o núcleo essencial de todas as sociedades”, 

 

 

TN - Redação 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS