19
Seg, Nov

Cardeal D. Arlindo quer jovens cada vez mais empenhados na Igreja cabo-verdiana

Igreja
Tipografia

O Cardeal D. Arlindo Furtado considera que a Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos foi “extraordinária e interessante” no sentido da comunhão que a Igreja vive na adversidade e quer jovens cabo-verdianos cada vez mais empenhados na Igreja.

“Acho que este espírito da Igreja e esta dinâmica de inclusão, sobretudo dos jovens na Igreja e na criação das condições para uma maior evangelização deve contaminar a todas as comunidades cristãs espalhadas pelo mundo”, disse o bispo de Santiago.

Acrescentou ainda que vai tentar implementar na sua Diocese o espírito do Sínodo, para que a Igreja possa ser aquela com que Jesus Cristo sonhou, ou seja, “Igreja viva e capaz de preparar novas gerações para o amanhã, sem que ninguém se sinta excluído dessa dinâmica de vida e de esperança com Jesus”.

O bispo de Santiago fez estas considerações em declarações à Inforpress a propósito da sua participação na XV Assembleia Geral do Sínodo dos Bispos, que decorreu de 03 a 28 de Outubro, no Vaticano. Foi convidado do Papa Francisco para participar neste evento.

O Sínodo dos Bispos reuniu centenas de prelados representantes de todas as conferências episcopais da Igreja Católica, tendo discutido questões atinentes à juventude, com o tema “Os jovens a fé e o discernimento vocacional”.

Instado sobre a participação dos jovens na Igreja cabo-verdiana, afirmou que, felizmente, há “muitos jovens empenhados na comunidade”, mas, acrescentou, “é preciso mais, quer nas paróquias, quer nas pequenas comunidades ou a nível da Diocese”.

“Temos um Secretariado Diocesano que funciona e é constituído por jovens. Tem um padre jovem assistente”, precisou Dom Arlindo Furtado, lembrando que desde o início deste ano desencadeou uma “dinâmica pastoral denominada Sakuta Jovem”.

Na sua perspectiva, os jovens precisam ser escutados, já que hoje têm muito que dizer à Igreja, sobretudo na era digital.

“Eles (os jovens) têm uma linguagem própria que nós os adultos, que temos a maior responsabilidade na Igreja, não dominamos”, reconhece o Cardeal D. Arlindo, para quem a Igreja tem “muito a aprender com os seus membros jovens para desencadear o processo da evangelização à juventude que constitui uma pressão enorme da população mundial”.

Na sua Diocese promete envolver ainda mais as paróquias com vista a desencadearem “maior dinâmica da juventude” nos movimentos, associações e nas comunidades eclesiais, para que vivam a fé com alegria.

Sínodo dos Bispos é definido como uma reunião do episcopado da Igreja Católica com o Papa para discutir algum assunto em especial, auxiliando o Santo Padre no governo da Igreja.

Fonte: Inforpress

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS