17
Sab, Abr

Conheça Cley Fortes, um Agente da Polícia Nacional, com grande paixão pela arte

Estilos de Vida
Tipografia

Como dizia o outro, “a arte está em todo o lugar para aqueles que enxergam a vida com amor”. O Jornal Terra Nova traz-lhe a história de vida de Cley Fortes, um jovem santantonense, agente da Polícia Nacional, que tem grande paixão pela arte. 

Saiba mais nesta entrevista.

1. Quem é Cley Fortes?

Sou natural da ilha de Santo Antão, onde vivo atualmente. Sou originário de uma família humilde e, hoje, posso dizer que tenho minha família constituída. Nos meus tempos livres gosto de fazer algumas peças de artesanato utilizando tubos de pvc para decorar a minha casa, para amigos e familiares. Gosto também de praticar desportos, basket em particular. 

2. Como foi a tua vivência na infância, os momentos mais marcantes?

Posso dizer que tive uma infância feliz, nunca fui de sair muito. Eu e o meu irmão brincávamos mais em casa e com os amigos próximos de nós. Sempre tivemos o gosto em desenhar e, portanto, acho que posso dizer que é algo que está no sangue, pois nosso pai também gosta de fazer algumas artes para decorar a casa, inclusive alguns desenhos. Algo marcante na minha infância foi o esforço que os meus pais fizeram para nos dar uma boa educação e nunca deixar que nada nos faltasse. 

3. De onde vem a tua inspiração para a arte/pintura?

Sempre gostei de apreciar obras de arte, e quando vi esse tipo de arte na internet gostei tanto que resolvi tentar fazê-la também e desde então tenho vindo a aperfeiçoar as minhas técnicas, a cada peça que faço. Cada vez que vejo uma peça de artesanato minha a decorar a minha casa ou na casa de um amigo ou quando vejo a alegria de alguém ao receber um candeeiro/luminária feita por mim, sinto-me motivado a continuar e a evoluir cada vez mais.

4 –O que significa a arte para ti?

Para mim, arte significa vida porque se repararmos bem, na natureza há muitas coisas que pelo seu formato perfeito perecem ter sido esculpidas. A arte é uma forma de contar histórias e mostrar vivências desde os nossos antepassados.

5 - Para além dessa paixão, és também agente da Polícia Nacional. O que te levou a entrar para essa carreira?

Bom, quando se é criança cada dia escolhemos uma profissão que gostaríamos de seguir quando crescermos, mas só depois de uma certa idade passamos a entender melhor as coisas, aí decidimos mesmo qual profissão queremos seguir. Foi então que comecei a ver essa profissão como a ideal a seguir devido a sua importância para a sociedade, de garantir a segurança e o bem-estar da população. Esforcei-me consegui alcançar o meu objetivo e posso dizer que amo a minha profissão.

6 - Quais os teus planos/projectos para o futuro?

Posso dizer que não tenho planos/projetos definidos para o futuro, porque apesar de ser um amante das artes, as peças que eu faço com tubos de PVC são mais um passatempo para ocupar os tempos livre mas quero continuar a evoluir e a fazer outros artigos.

7- Que palavras deixas aos jovens que ainda não encontraram o seu caminho?

Que não desperdicem a sua juventude com coisas erradas, mas sim com coisas que possam dar frutos futuramente para eles e para a nossa sociedade, esforcem para alcançar os vossos objetivos porque nós os jovens somos o futuro do nosso país.

 

TN - Redação

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS