30
Sab, Mai

Covid-19: Quatro museus públicos cabo-verdianos já podem ser visitados ‘online’

Cultura
Tipografia

Quatro dos oito museus cabo-verdianos tutelados pelo Ministério da Cultura, incluindo o que funciona no antigo campo de concentração do Tarrafal, passaram a disponibilizar visitas virtuais através da Internet, por estarem encerrados devido à pandemia de covid-19.

De acordo com uma nota do Instituto do Património Cultural (IPC) a propósito do dia internacional dos Museus, que se assinala hoje, Cabo Verde conta com 24 museus, dos quais oito estão na tutela do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e que receberam 29.264 visitas em 2019.

Desse total, esclareceu o IPC, 20.070 (69%) foram turistas estrangeiros, 5.244 (18%) estudantes e 3.850 (13%) turistas cabo-verdianos.

Contudo, desde 18 de março que todos os museus do país estão encerrados, no âmbito do estado de calamidade e de emergência, decretados para travar a pandemia de covid-19 no arquipélago.

“Do pedido constante de visitas por parte das escolas e dos operadores turísticos, os museus de Cabo Verde preparam-se agora, com maior sentido de urgência e necessidade, para implementar novos canais de comunicação e aproximação com o público”, refere o IPC.

Acrescenta que esse processo recorre “às novas plataformas de comunicação e inovação que vinha aguçando o interesse dos museus com vista à dinâmica, atratividade e interatividade dos conteúdos ganham um interesse especial nos tempos atuais”.

Assim, as visitas virtuais já se encontram disponíveis para o Museu da Resistência – antigo campo de concentração do Tarrafal -, Museu da Tabanca, Museu Etnográfico da Praia (os três em Santiago) e o Museu do Sal.

O IPC refere que a perspetiva “para os próximos tempos é ampliar e diversificar os públicos, dinamizar e inovar os conteúdos expositivos”, mas também “potenciar os museus enquanto espaços de excelência para o reforço da educação não formal e parte relevante da oferta turística e cultural”.

Assim, os museus cumprem “cabalmente a sua missão educativa e cultural e transmitir os valores da preservação do património e da identidade cultural nacional”, remata aquele instituto.

TN com informações da Lusa

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS