21
Ter, Jan

5 livros infantis para ler e oferecer neste Natal

Cultura
Tipografia

Natacha Magalhães, escritora de livros infanto-juvenis, recomenda cinco obras para ler e oferecer neste Natal e encantar adolescente e jovens e, porque não, toda a família.  

 

Recomendar boas leituras para crianças e adolescentes e mesmo para os pais traz várias dificuldades, pois enredos e personagens podem agradar a muitos e desagradar a outros. O Terra Nova pediu à escritora Natacha Magalhães que nos ajudasse a indicar cinco livros para adolescentes, crianças e para toda a família. 

Karaka - Carmelinda Gonçalves (2018)

É história de um ouriço e uma tartaruga e o livro aborda um tema muito importante; o ambiente, chamando a atenção para problemas como a poluição, a apanha de areia, entre outros desafios da fauna marinha

Coletânea de contos - Zaida Sanches (2019)

A coletânea que integra os contos “O Planeta Mágico”, “O Planeta Azul”, e “Sou Diferente” são três contos, da autoria de Zaida Sanches, que abordam temas como os Direitos Humanos, o Ambiente e a Diversidade. São três livros que, em forma de contos, ensinam os mais jovens como respeitar os direitos, do ambiente e, neste caso falamos da água e o objectivo é sensibilizar as crianças a terem atitudes ecológicas. O terceiro livro é redondo e fala da diversidade.

Eu Amílcar - Marilene Pereira (2019)

Numa linguagem própria para os mais novos, o livro conta a história de Amílcar Cabral, o menino que ele foi até chegar ao estatuto de herói nacional.

O Convidador de pirilampos - Ondjaki (2017)

Perto da Floresta Grande vive um menino e o seu Avô.

O menino gosta de cientistar coisas: Já inventou um aumentador de caminhos e um convidador de pirilampos.

Fala em código Morse com eles

O Convidador de pirilampos é um belo livro que narra a história de um menino e seu avô que, com uma bela cumplicidade, compartilham descobertas da natureza pela observação. À tudo isso, se junta uma belíssima ilustração de António Jorge Gonçalves.

Celeste, a boneca com olhos cor de esperança - Sónia Sultuane (2017)

Celeste, a boneca com olhos cor de esperança da escritora moçambicana Sónia Sultuane, relembra os valores humanos como a solidariedade, bondade, a irmandade, o amor, a partilha. Quando Joana, uma médica oftalmologista, deu a sua boneca Celeste, dos seus tempos de meninice, ao Padre António para que este a levasse às crianças necessitadas de África, nunca pensou que a sua boneca de olhos verdes pudesse vir a ser a melhor amiga de uma menina que, afinal, não conseguia ver com os olhos da cara, mas via com os olhos do coração.

TN - Redação 

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS