25
Qua, Nov

ICIEG capacita técnicos dos centros de emprego e formação profissional do país em igualdade de género

Sociedade
Tipografia

O Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG) promove durante cinco dias, uma acção de capacitação em igualdade de género destinada aos técnicos dos centros de emprego e formação profissional a nível nacional.

A formação, segundo a presidente do ICIEG, Rosana Almeida, abrange técnicos do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (IEFP), da Unidade de Coordenação do Sistema Nacional de Qualificações, (UC-SNQ), da Direcção-Geral do Emprego, Formação Profissional e Estágios Profissionais (DGEFPEP) e do ICIEG.

Conforme avançou, a montagem do currículo sobre igualdade de género na formação profissional contempla igualmente técnicos do Centro de Energias Renováveis (CERMI) e da Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde (EHTCV).

O ICEIG, segundo a sua presidente, quer com esta iniciativa apostar na integração da igualdade de género nos cursos de formação profissional e na capacitação dos formadores dos centros de emprego do país.

No entanto, devido ao contexto da pandemia do novo coronavírus, a capacitação é ministrada em formato digital e visa promover a igualdade de género no mercado de trabalho através da formação profissional.

“Para alcançar esta meta, o ICIEG assinou um protocolo com o IEFP em 2017 em que o instituto assume a responsabilidade de formar e capacitar os técnicos do IEFP na área e género para que possam paulatinamente trabalhar para a integração efectiva na igualdade de género nos currículos de formação profissional”, referiu.

Assim, com o apoio do Programa Emprego e Empregabilidade as duas instituições vão trabalhar para reforçar as capacidades dos actores na formação profissional em matéria da igualdade de género.

O Instituto Cabo-verdiano para Igualdade e Equidade do Género (ICIEG) é uma instituição pública, dotada de personalidade colectiva pública, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

Tem como objectivos fundamentais promover políticas que contribuem para a igualdade de direitos entre homem e a mulher e, a integração efectiva e visível da mulher em todos os domínios da vida social, económica e política do país.

TN - Redação