12
Ter, Nov

Frei António Fidalgo completa 45 anos de vida sacerdotal, 38 dos quais aos serviço do nosso jornal

Sociedade
Tipografia

O Frei António Fidalgo de Barros completa, hoje, 22 de setembro, 45 anos de ministério sacerdotal. De facto Fidalgo foi ordenado em São Lourenço, ilha do Fogo, a 22 de setembro de 1974 pelo bispo de então Dom José Colaço. 

António, recém formado em Itália, chegou a Cabo Verde num momento é que Independência Nacional já não era uma quimera mas um sonho já quase realizado. Com pouco mais de 6 meses de padre, com uma visão profética, Fidalgo de Barros, juntamente com o já falecido Frei Paulino de Pina, fundara em Abril 1975 o Jornal “Terra Nova”. Na altura não podia imaginar que o jornal galgava assim o tempo e o acompanhasse até hoje (o nosso jornal completará 45 anos no mês de abril). O percurso, de padre Fidalgo e do “Terra Nova” confundem-se completamente. 

Frei António está neste momento em serviço nos Estados Unidos e lá celebrará ainda esta manhã a Eucaristia solene, rendendo graças pelo seu ministério tão fecundo. 

Numa entrevista que concedera ao nosso jornal por ocasião dos 40 anos (2015), Fidalgo dizia: “Ser frade, padre e director dum jornal é a coisa mais natural do mundo. Ser frade, sacerdote e director dum jornal que não incomoda não tem sentido. É como ser Igreja que não incomoda, porque está acomodada e satisfeita”. 

A Direção do Terra Nova deseja ao Frei Fidalgo ainda muitos anos de vida e de ministério e lhe agradecemos todo o apoio e todo o serviço. Ad maiorem!

 

TN - Redação