24
Sab, Ago

Praia: Jovem morre ao saltar de uma viatura policial em movimento

Sociedade
Tipografia

Um jovem de 20 anos morreu, na madrugada deste domingo, ao saltar de uma viatura policial em movimento, após ter sido detido numa festa que decorria nas imediações da Gamboa, informou esta tarde a Polícia Nacional (PN) em comunicado.

Em jeito de esclarecimento à denúncia feita na manha de hoje pelos familiares de vítima, que acusam a Policia de ser o responsável pela morte do jovem, o gabinete de comunicação e imagem da PN adiantou que o piquete se dirigiu ao local do evento denominado de “festa das cores” a pedido de um elemento de segurança privada.

Um grupo de jovens teria arrombado uma das placas de vedação do recinto e entrado na festa sem o devido pagamento.

Na sequência, acrescenta documento, foram desencadeadas diligências, juntamente com a organização do evento, que estava devidamente licenciada pela Câmara Municipal, tendo sido identificado os jovens que foram detidos para serem conduzidos à esquadra para melhor identificação.

Entretanto, adianta a mesma fonte que durante o trajecto Chã de Areia / Esquadra policial de Achada Santo António, e mais concretamente na subida do restaurante “O Poeta”, dois dos jovens forçaram a porta da cela da viatura policial em movimento e saltaram.

Um deles, explica a Polícia, depois de saltar , pôs em fuga e outro acabou por sofrer lesões graves, tendo sido socorrido ao Hospital Agostinho Neto, onde acabou por falecer.

No documento, publicado na página da rede social facebook da corporação, a Policia Nacional adianta que um inquérito interno vai ser levado a cabo no sentido de se apurar o que realmente terá acontecido.

A PN diz lamentar o ocorrido e apresentou condolências à família que, entretanto, quer ver a situação esclarecida, tendo denunciado o caso à Rádio de Cabo Verde (RCV), acusando a Polícia de ser o responsável pela morte do jovem que respondia pelo nome de José Lopes Barbosa e era conhecido por Dada. 

TN - Redação