14
Sab, Dez

Como funciona o processo de evacuações médicas para Portugal

Saúde
Tipografia

Para um doente ser evacuado para Portugal, único país com quem Cabo Verde tem um acordo de cooperação na área de saúde que preveja evacuações, terá que passar, depois de diagnosticado a sua doença, por um processo que parece fácil mas dura meses. 

1. O processo começa quando forem esgotadas as capacidades científicas, técnicas e tecnológicas no país, para diagnóstico tratamento e seguimento dos pacientes. Nesta situação, o SNS recorre à evacuação para Portugal, ao abrigo da cooperação existente entre os nossos dois países, na área da saúde;

2. Os processos de evacuação são propostos pelo médico assistente e submetidos às Juntas de Saúde (de Sotavento e de Barlavento, conforme o caso);

3. As Juntas analisam os processos e decidem sobre a necessidade de evacuação ou não, de acordo com a situação clínica dos pacientes;

4. Os relatórios das Juntas são submetidos ao Ministro da Saúde e da Segurança Social, para homologação.

5. Os relatórios homologados são introduzidos no sistema informático e são visualizados, automaticamente, pela Direcção Geral de Saúde de Portugal e pela Embaixada de Cabo Verde, nesse país;

6. Após isso, o Ministério da Saúde de Cabo Verde aguardará a marcação das consultas, por parte da Direcção Geral de Saúde de Portugal;

7. Para as situações de máxima urgência, a Embaixada de Cabo Verde, em Portugal, poderá acionar um mecanismo mais célere, mas, sempre a depender das disponibilidades de vagas nos Hospitais portugueses.

 

TN - Redação (Com informações da Ministério da Saúde e Segurança Social)

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS