22
Dom, Set

Um grupo de sindicatos, integrado por sindicatos de Santiago, Sal, Santo Antão e Maio reafirmou ontem, na Cidade da Praia, a necessidade da suspensão imediata das portarias do INPS, que alteraram as regras das comparticipações no ramo da saúde e ameaçou entrar com uma acção judicial de impugnação das mesmas.

Mais artigos...