18
Qua, Jul

Quase 6 milhões de pessoas em Burkina Faso, Chade, Mali, Mauritânia, Níger e Senegal continuam a lutar pelas suas necessidades diárias de alimentos. Uma grave desnutrição ameaça a vida de 1,6 milhão de crianças. É o alarme lançado pela Cáritas Internationalis que registra “a pior crise humanitária na região do Sahel desde 2012”, e teme que a situação possa deteriorar-se ainda mais no futuro próximo.

Mais artigos...