22
Sex, Mar

Quase metade das crianças cabo-verdianas com menos de cinco anos sofrem de anemia, segundo um estudo apresentado hoje, numa percentagem superior à classificação da Organização Mundial de Saúde e da meta governamental de diminuição da prevalência em 20%.

Mais artigos...