22
Qui, Out

Combustíveis: Gasóleo mais barato a partir de hoje. Gás butano mais caro

Economia
Tipografia

O preço do gasóleo normal em Cabo Verde caiu mais de 4%, conforme tabela com os novos preços máximos dos combustíveis que entrou hoje em vigor, anunciada pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME).

A tabela é revista mensalmente pela ARME e, de acordo com a agência reguladora, citando dados publicados no Platts European Marketscan e LPGasWire, “os preços médios dos combustíveis nos mercados internacionais, cotados em dólares por tonelada, diminuíram durante o mês de setembro relativamente ao mês de agosto, com exceção do butano”.

“Durante o mês de setembro, os preços do petróleo nos principais mercados internacionais mantiveram a tendência de descida (…) O temor da imposição de novas medidas de confinamento, devido à subida de casos de coronavírus na Europa, continua a afetar a procura de petróleo bem como as perspetivas do mercado que continuam negativas”, assinala a ARME, para justificar a nova tabela de preços.

Assim, o gasóleo normal passou hoje a ser vendido em Cabo Verde a um preço máximo de 74,40 escudos por litro, uma descida de 4,37% face ao preço praticado em setembro.

Já a gasolina, está a ser vendida a 101,50 escudos, preço praticamente inalterado, o petróleo a 59,40 escudos, o que reflete uma descida de 4%, enquanto preço do litro de gasóleo para eletricidade caiu 5,43%, para 59,20 escudos, e do gasóleo marinha recuou 5,53%, para 49,50 escudos.

As únicas subidas registaram ao nível do gás butano, de mais de 5%, que passou a variar entre 335 e 6.467 escudos, respetivamente botijas de três a 55 quilogramas.

Comparativamente ao período homólogo, de outubro de 2019, os cálculos da ARME apontam para uma variação média dos preços dos combustíveis à venda no país correspondente a uma diminuição de 14%, e a um decréscimo de 3% relativamente à variação média ao longo do ano.

Os novos preços máximos de venda ao consumidor final dos combustíveis regulados são válidos até 31 de outubro, quando será feita nova revisão pela ARME.

TN - Redação

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS