17
Qui, Out

Economia de Cabo Verde cresceu 6,2% no segundo trimestre de 2019

Economia
Tipografia

O Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde cresceu 6,2% no segundo trimestre deste ano, face ao período homólogo de 2018, impulsionado pelo consumo privado e pelas exportações, segundo indicadores divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Ainda segundo dados das Contas Nacionais Trimestrais do INE , este crescimento é superior ao registado no primeiro trimestre do ano, que foi então de 5,2% em termos homólogos.

Estes números traduzem-se num crescimento económico médio nos dois primeiros trimestres de 5,7%, contra os 5% registados no ano de 2018, segundo os dados do INE.

As exportações de bens e serviços cresceram 8,5% no segundo trimestre, um aumento também face aos 8,0% do trimestre anterior, enquanto as importações caíram 4,0%, a primeira descida em vários trimestres.

De acordo com os indicadores do INE, o consumo privado aumentou 2,9%, em termos reais no segundo trimestre de 2019, ainda assim um abrandamento face à variação de 5,3% registada no trimestre anterior.

Já o consumo público apresentou uma taxa de variação homóloga negativa de 14,2%, quando tinha aumentado 20,8% no trimestre anterior, enquanto o investimento registou uma variação homóloga de 0,5% no segundo trimestre de 2019, contra a variação negativa em 11,4% nos três primeiros meses de 2019.

No final de julho, em entrevista à agência Lusa, o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, afirmou que a perspetiva mais realista do Governo para este ano aponta para um crescimento económico de cerca de 6% do PIB.

Ainda assim longe da meta, assumida anteriormente, de 7% ao ano.

“O crescimento de 7% não é uma obsessão, é uma meta justificada porque precisamos de atingir esse valor de uma forma continuada para podermos duplicarmos, numa década, o rendimento ‘per capita’ dos cabo-verdianos”, disse Ulisses Correia e Silva.

TN - Redação

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS