14
Sab, Dez

Reservas Internacionais de Cabo Verde abrandam crescimento em 2019

Economia
Tipografia

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) de Cabo Verde aumentaram quase 25 milhões de euros no primeiro trimestre de 2019, uma quebra superior a 34% face ao crescimento do mesmo período do ano anterior.

De acordo com um relatório de Indicadores Económicos & Financeiros do Banco de Cabo Verde, de final de julho e ao qual a Lusa teve hoje acesso, estas reservas garantiam no final do primeiro trimestre do ano o equivalente a 5,4 meses das importações de bens e serviços projetadas para 2019.

Estas reservas - de moeda estrangeira e que também servem para pagar as importações – cresceram no primeiro trimestre de 2018 o equivalente a 4.202 milhões de escudos (38 milhões de euros).

No primeiro trimestre de 2019, segundo o mesmo relatório, as reservas cresceram 2.756 milhões de escudos (24,9 milhões de euros), menos 34,4% face ao aumento de 2018.

“O aumento dos ativos externos líquidos dos bancos e a redução da dívida externa do Governo e outros setores estarão a explicar o aumento mais contido do ‘stock’ das reservas oficiais do país face ao primeiro trimestre do ano anterior”, aponta o relatório.

Segundo a estimativa divulgada em julho pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), as reservas internacionais de Cabo Verde deverão subir este ano para 596,8 milhões de euros, face aos 531,1 milhões de euros de 2018.

Em 31 de março de 2018, as RIL de Cabo Verde garantiam, segundo o banco central, o equivalente a 5,8 meses das necessidades de importações do país para todo o ano.

Em 2016, no início da atual legislatura, as RIL de Cabo Verde garantiam o equivalente às necessidades de 7,2 meses de importações.

TN - Redação

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS