25
Ter, Jun

Saiba quem são os donos dos principais bancos de Cabo Verde

Economia
Tipografia

A Caixa Geral de Depósitos (CGD), maior banco de investimento do mundo, anunciou na semana passada que vai vender acções no Banco Comercial do Atlântico , BCA preferindo ficar apenas com o Banco Interatlantico. 

 

O Governo considera esta operação como positiva tanto para uma economia, como para o sistema financeiro Cabo-verdiano. 

Mas quem são os maiores acionistas dos principais bancos da nossa praça. O Terra Nova foi conferido e corre agora os dados: 

 

BCN - Banco Caboverdiano de Negócios 

É um banco com capital hoje cabo-verdiano. Nasceu em 1996 como sucursal do Banco Totta & Açores, de Portugal, em 2003 foi um banco do direito cabo-verdiano, com denominação de BTCV - Banco Totta de Cabo Verde. Em 2004, a totalidade do capital foi adquirida pela empresa caboverdiana SEPI - Sociedade de Estudos e Promoção de Investimentos, SA tornando-se, assim, o 1º Banco privado e 100% cabo-verdiano em toda a história do sistema financeiro nacional.

Em Fevereiro de 2005, através da figura de ordem mágica, a SEPI, decidiu alterar a denominação do Banco passando, a partir dessa data, chamou o BCN - Banco Caboverdiano de Negócios.

Em 2007, o BCN e o Banif estabeleceram uma parceria estratégica, que vai contribuir para um reposicionamento do BCN no mercado cabo-verdiano da banca.

A 24 de Março de 2017, o ÍMPAR adquire uma posição acionista que detém o Banif detinha no BCN, correspondendo a 51,7% das acções. 

BAI Cabo Verde - Banco Angolano de Investimento 

É o banco com menos participação do capital cabo-verdiano, apenas 3,26 que pertence à SOGEI. As restantes acções pertencem a um BAI Angola com 80,43%, uma petrolífera angolana Sonangol com 16,30%. 

O Banco, com sede na Avenida Cidade de Lisboa, opera no país desde 2008. 

CECV - Caixa Económica de Cabo Verde

O Banco mais antigo de Cabo Verde, criado em 18 de Maio de 1928, é um dos mais populares do país em todas as ilhas. 

As suas ações, cerca de 1.392.000,00 estão divididas entre 4 grupos: a acionista principal é o INPS com 47,21% seguida da Geocapital, Sociedade gestão e participações (empresa com sede em Macau) com 27,44% e dos Correios de Cabo Verde com 15,15. As restantes 10,21% das ações pertences aos trabalhadores e outros subscritores. 

BCA - O Banco Comercial do Atlântico

O Capital Social do BCA ascende a 1.324.765.000 (mil trezentos e vinte e quatro milhões setecentos e sessenta e cinco mil escudos) e é detido pelos accionistas, em que se pode constar, as participações do Agrupamento Caixa Geral de Depósitos/Banco Interatlântico, que vai deixar o Banco vendendo a sua parte, do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), da Garantia- Campainha de Seguros de Cabo Verde e do Aeroporto e Segurança Aérea (ASA).

Os membros dividem o bolo entre de seguinte forma: 

52,65% das ações relacionadas ao agrupamento Caixa Geral de Depósitos, SA / Banco Interatlântico, SARL; CGD ›› ›Mais de 6,76%. 

Por causa das ações do INPS com 10%. À Garantia, SARL com 5,76%, a ASA detém 2,17%, os trabalhadores 2,80% e 19,86% relacionados aos Outros Accionistas (Público / Emigrantes).

BI - Banco Interatlântico 

Nasceu em 1998, como uma Sucursal da CGD em Cabo Verde e um ano depois transformou-se num banco de direito cabo-verdiano, sob a denominação de Banco Interatlântico, SA, passando a CGD a deter 70% do seu capital social. A restante participação investida está repartida por um conjunto de empresas locais.

 

TN - Redação  

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS