22
Ter, Set

Holanda. Publicidade choque: "Se quiser morrer, entre em contato connosco"

Internacional
Tipografia

A Associação Holandesa para Eutanásia Livre lançou publicidade nos quais promove explicitamente a eutanásia. Numa deles, até se propõe a asfixia de uma pessoa.

 

Num tempo record, a Associação Holandesa para a Eutanásia Livre - Nvve, que tem 172.000 inscritos - deu início a uma campanha publicitária em canais nacionais, com alguns spots transmitidos no horário noturno mais popular. Em primeiro lugar, aparece uma senhora de cabelos grisalhos, muito bem arrumada, elegante, numa sessão fotográfica, após a qual "convida você" a procurar por ela se procura alguém que "possa satisfazer e regular seu desejo de morrer".

O slogan é: "O novo normal é poder falar sobre o fim". O novo normal significa o termo do lockdown, o que para eles significava a suspensão da aceitação dos pedidos de eutanásia. Num segundo comercial, a mulher é mais jovem, com uma cadeira de diretor ao lado dela, para deixar claro que "você deve ter a direção de sua vida em suas mãos".

Tudo isso num momento em que na Holanda, até 28 de julho, tinha 2.316 novas pessoas infectadas com Covid-19, a maioria jovens entre 20 e 40 anos: os mais relutantes em seguir o distanciamento social. Também devido à epidemia e, portanto, à incapacidade de realizar reuniões com seus membros, o NVVE iniciou aulas on-line, para continuar sua triste atividade de "assistência", oferecendo um desconto para quem deseja se inscrever.

No Youtube, eles exibem outros vídeos promocionais decididamente cruéis. Por exemplo, a de uma mulher que entra em uma loja que vende colchões, deita-se em um deles, pega um travesseiro e pede ao balconista que o pressione com firmeza no rosto. "Mas eu a sufoco", ela responde. "É exatamente o que eu quero." A garota olha para ela como se estivesse louca e manda-a embora. Mas uma voz off exclama, tranquilizando: "Não se preocupe, estamos aqui!"

 

TN com informações da Avvenire