22
Sex, Mar

Prisão Preventiva para cabo-verdiano suspeito de matar companheira na França

Internacional
Tipografia

O Suspeito de matar a companheira em Toulouse ficou em prisão preventiva. Ao SOS24, a Mae de Felisberto Semedo, de 30 anos, contou que o filho soube naquela noite que a mulher teria um caso extraconjugal.

A mãe do Cabo-verdiano, Felisberto Semedo, acusado de matar a namorada, no último domingo, em França, disse que a vítima foi a primeira a ameaçar de morte o seu companheiro, com uma arma branca, mas que o filho, sendo mais forte fisicamente, conseguiu dominar, agindo em legítima defesa.

A razão disso tudo, contou a progenitora do agora detido, é o fato do filho ter descoberto que a mulher mantinha uma relação extraconjugal.

Em declarações reproduzidas pela TVI24, em Portugal, a mãe do autor confesso do crime disse que o filho lhe contou que já estava na cama quando se apercebeu que a mulher estava a trocar mensagens inapropriadas com outro homem.

“A mulher tinha conta aberta no móvel do meu filho”, contou.

A mãe de Felisberto contou, ainda, que os familiares da vítima que estavam em sua casa tentaram entrar no quarto para agredi-lo, mas que seu filho conseguiu escapar e fugir de carro.

Recorde-se que o caso aconteceu nas primeiras horas de domingo, em que o suspeito terá atingido a vítima mortalmente com uma faca.

A filha de seis anos, fruto do relacionamento dos dois, fica provisoriamente com o irmão da vítima.


FONTE: TVI24