24
Sex, Nov

Boavista: Governo garante solução para reabilitação do bairro da Barraca

Sociedade
Tipografia

A ministra das Infra-estruturas, Habitação e Ordenamento do Território, Eunice Silva, garantiu esta quinta-feira, 03, que o Governo está empenhado e vai que desenhar uma solução para o bairro da Barraca, na ilha da Boa Vista.

A governante que, acompanhado do ministro da Económica e Emprego, José Gonçalves, se encontra na ilha para uma visita de trabalho, afirmou, depois de constatar in loco a situação do bairro, que o potencial turístico da Boa Vista não coaduna com a Barraca. 

“O que constatamos é que efectivamente a situação é muito preocupante. A situação é complexa, mas acreditamos que é contornável. O Governo está empenhado trazer esta solução para discutir com a população residente”, disse a governante, adiantando que o Governo esperar da parte da população a abertura total para consensualizarem as soluções.

Antes da deslocação à zona da Barraca, a equipa governamental manteve um encontro com o presidente da câmara da Boa Vista, José Luís Santos, que serviu para também discutirem outros problemas que vem afectando a ilha, nomeadamente a nível da segurança, do saneamento, das estradas e da requalificação da cidade de Sal Rei. 

No que se refere ao problema da segurança, o ministro do Economia e Emprego, José Gonçalves, adiantou que esta situaçãodeverá ficar melhorada com a implementação projecto ‘Cidade Segura’ cujo financiamento foi assegurado recentemente pela China.

José Gonçalves garantiu igualmente que, da parte do Governo, há uma “total abertura” para uma “cooperação forte” com o poder local, no sentido de se resolver os problemas que emperram o desenvolvimento. 

Neste sentido lembrou da medida já tomada pelo executivo de canalizar parte dos fundos do turismo e do ambiente para os municípios. 

A equipa governamental termina sua visita à ilha da Boa Vista hoje, dia em que, no período da manhã, manteve um encontro com o conselho de administração da Sociedade de Desenvolvimento Turístico Integrado das ilhas de Boa Vista e Maio (SDTIBM) e com a empresa responsável pela produção e distribuição de água e energia na ilha (AEB).

Do programa constavam também deslocações a alguns troços de estradas que ligam a cidade às grandes unidades hoteleiras e à lixeira municipal, onde “há sinais de surgimento de mais um novo bairro espontâneo”. 

 

 Fonte: Inforpress