24
Sex, Nov

Conselho Nacional do PAICV reafirma "grande confiança" na sua líder à frente do partido

Política
Tipografia

O Conselho Nacional do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) reafirmou hoje uma “grande confiança” na sua líder Janira Hopffer Almada para dar continuidade à liderança do partido, informou a porta-voz Rosa Rocha.

A porta-voz informou ainda que foram discutidas “abertamente” as questões, sendo que estavam na agenda dois pontos em análise a situação política actual e dos resultados das eleições autárquicas de 04 de Setembro e a colocação do cargo de presidente do partido à disposição, pela líder, Janira Hopffer Almada.

Para além de reafirmar uma “grande confiança” na sua líder, a porta-voz Rosa Rocha disse que este órgão decidiu realizar eleições antecipadas, para transmitir aos militantes a decisão sobre a nova liderança e os novos órgãos do partido e na sequência será realizado o Congresso Nacional.

Em relação à data das eleições antecipadas, assegurou que ainda está a ser discutida, apontando como certo o início do próximo ano.

No seu entender, o PAICV deve estar de qualquer forma preparado para responder ao papel de oposição que a sociedade espera nos próximos tempos que deve ser uma oposição intensa, inteligente e estruturada, para isso, terão de reorganizar o partido.

“Janira Hopffer Almada tem demostrado uma grande capacidade de liderança do partido, colocou o cargo à disposição naturalmente tendo em conta que enquanto líder do partido é o primeiro responsável, mas esta responsabilidade deve ser compartilhada com todos os líderes locais, nomeadamente os candidatos a presidentes de câmaras”, defendeu.

Questionado sobre eventuais candidatos, avançou que a nível do conselho não houve nenhuma voz que se pronunciou.

Concernente aos resultados negativos das últimas eleições, o conselho nacional do maior partido da oposição apontou causas internas e externas, sendo as internas relacionadas com a organização do partido, as candidaturas entre outras e as externas, a maior, é o contágio legislativo, ou seja, a proximidade entre as duas eleições.

Ainda de acordo com aquela porta-voz, este órgão também analisou o financiamento das campanhas eleitorais, em que “existe claramente um disponível bastante grande, entre o nível de financiamento das candidaturas de PAICV e as do Movimento para a Democracia (MpD).

Rosa Rocha fez saber ainda que esta reunião do Conselho Nacional foi uma das mais concorridas e participadas dos últimos tempos, demostrando uma “grande vitalidade da democracia interna do partido”.

Fonte: Inforpress

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS