20
Sex, Jan

A data da próxima Jornada Mundial da Juventude será conhecida nas próximas semanas.

A paróquia de S. Vicente decidiu incluir este ano nas festividades do santo padroeiro um concerto musical de música sacra e outras demonstrativas da fé do povo de Cabo Verde, anunciou o vigário da paróquia.

O Papa Francisco escreveu aos jovens de todo o mundo, apresentando o Sínodo de 2018, para pedir-lhes que construam uma “nova terra”, rejeitando a “cultura do descartável” e a “globalização da indiferença”.

 O Grupo Parlamentar do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) considera que o Governo “falhou claramente” no sistema educativo quanto ao seu programa de governação e exige respostas “às medidas anunciadas a curto prazo”.

A secretária de Estado-Adjunta do primeiro-ministro de Portugal anunciou para Fevereiro a visita do primeiro-ministro português a Cabo Verde e reafirmou a vontade deste em trabalhar em parceria com o governo cabo-verdiano no plano estratégico da cooperação.

 O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição) disse hoje que o MpD (poder) não está a cumprir o que prometeu aos cabo-verdianos, em matéria de educação, durante a campanha eleitoral.

Grid List

A cerimónia de posse de Donald Trump como 45° Presidente dos Estados Unidos, na sexta-feira, 20 de janeiro, terá “uma suave sensualidade” e seguirá “um movimento poético”, anuncia o organizador do evento.

Pronto confesso,já pouca coisa orgulha-me neste planeta. Estamos prestes a terminar o ano de 2016 e é muito diferente o sentimento que me invade, é uma secreta angústia, um crescente pavor do que advém em 2017. 

Por Aníria Teixeira 

De acordo com uma nova investigação, há uma forma de evitar que a memória sucumba ao passar dos anos: aprender a tocar um instrumento. O estudo da Universidade de Montreal, no Canadá, revelou que os músicos têm um tempo de reação mais rápido do que as pessoas que não tocam nem piano, nem bateria, nem guitarra, sublinha o Daily Mail.

Quatro jornalistas do semanário A Semana, com seis meses de salário em atraso, consideraram hoje, no Mindelo, “insustentável” a situação por que passam actualmente e dizem-se “usados e abandonados” pela administração e pelos accionistas da empresa.

Publicidade

Rádio Nova Online

Publicidade