01
Sab, Out

Cerca de quinze pais de famílias da Paróquia de Nossa Senhora da Ajuda participaram neste final de semana numa peregrinação a Nossa Senhora do Socorro. 

Pense num mundo sem divórcio. Pense em famílias que não se separam. Pense na ausência de crianças machucadas ou corações dilacerados.

O casamento é a vocação mais desafiadora que existe, e o divórcio está aumentando em toda parte. Mas há uma cidadezinha na Europa que é uma exceção – uma notável exceção – a esta estatística perturbadora.

O Bispo da Diocese de Mindelo, Dom Ildo Fortes, escreveu uma Carta Pastoral para o Novo Ano 2016/17 que se iniciará no próximo dia 02 de Outubro de 2017 em toda a Diocese de Mindelo.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, anunciou hoje que o Governo vai aprovar brevemente medidas para "atacar de frente" a problemática da criminalidade e da insegurança urbana no país.

O Partido Africano da Independência de Cabo verde (PAICV) manifestou hoje a sua preocupação com a forma “atabalhoada” como arrancou o ano lectivo 2016/17 e acusou o Governo de perseguir os professores que participaram na campanha eleitoral.

 Os restos mortais do ex-deputado nacional e combatente da liberdade da Pátria Armindo Maurício, falecido esta quarta-feira, na Cidade da Praia, vítima de doença prolongada, vão hoje a enterrar, no cemitério da Várzea, Cidade da Praia, às 16:00.

 

Armindo Maurício, que exerceu elevadas responsabilidades e funções políticas, foi juiz, advogado, um “grande e activo” deputado nacional pela bancada parlamentar do PAICV, ministro da Defesa e dos Assuntos Parlamentares e, ainda, secretário-geral do PAICV.

Segundo o programa de honras fúnebres, o corpo do malogrado encontra-se desde as 10:00, nos Paços do Concelho da Praia, para apresentação de condolências por entidades oficiais e população.

A partir das 14:00 dar-se-á início às cerimónias de honras fúnebres, seguindo os restos mortais do malogrado para a Igreja Matriz da Praia, às 15:00, e o enterro está previsto para as 16:00, no cemitério da Várzea.

Em reação à morte do político Armindo Maurício, o presidente do MpD e o presidente interino da Assembleia Nacional manifestaram esta quarta-feira, em notas de imprensa, o seu “profundo sentimento de tristeza e consternação”, pelo desaparecimento físico do ex-deputado nacional.

Em nome pessoal e dos militantes do partido ventoinha, o líder do MpD, expressou as suas “sentidas condolências” à família enlutada e à comunidade de Santo Antão, ilha que representou e defendeu ao longo de vários mandatos enquanto deputado nacional.

No comunicado, Ulisses Correia e Silva enaltece, neste momento de luto e “perda irreparável”, “as qualidades humanas, profissionais e políticas do malogrado”, que dedicou parte significativa e importante da sua vida à causa pública, nomeadamente como ministro da República.

O presidente interino da Assembleia Nacional de Cabo Verde, Austelino Correia, realça igualmente “contribuições importantes” do jurista e político Armindo Maurício, em diversas iniciativas legislativas e no desempenho de altas funções no Estado de Cabo Verde.

Natural da Ribeira Grande, ilha de Santo Antão, Armindo Maurício de 66 anos e advogado de profissão, foi deputado pelo PAICV ao longo de várias legislaturas.

Residia há vários anos na Cidade da Praia, mas também viveu nas ilhas do Sal e Fogo, por razões profissionais.

 Armindo Maurício morreu esta quarta-feira, no Hospital Agostinho Neto, em cujos cuidados intensivos se encontrava há uma semana. Além de diabetes, foi-lhe diagnosticado, estes dias, um enfizema pulmonar e outras complicações, causas prováveis do seu falecimento.

Grid List

Os Cabo Verde Music Awards foram nomeados na categoria «Best Award Show/Gala de Entrega de Prémios, para os African Entertainment Awards - USA, que se realizam no próximo dia 22 de Outubro em New Jersey, nos EUA.

Eis que mais um ano letivo se Inicia! E com ela, como é óbvio, as suas preocupações, inquietações e ansiedades! Nestes dias, a azáfama centra-se, mormente, na aquisição de materiais didáticos e também nas matrículas. Tudo isto é bom e é de se louvar as oportunidades que hoje temos para estudar não obstante algumas pequenas burocracias que notamos no nosso sistema de ensino bem como a tal “Cultura de oportunidade” em relação a atribuição de algumas bolsas de estudo.

O único orador, num total de 5, que não era do MPD, o Dr. Jorge ao fazer uso da palavra durante a sessão solene desta manhã, esqueceu-se completamente que o seu discurso não era apenas uma opinião pessoal, nem uma conversa de café e deu, a nosso ver, mais uma patada deste PAICV pós 20 de março.

Publicidade

Rádio Nova Online

Publicidade